por Micha-El (Alan Berkowitz)

Durante minhas visitas à Comunidade Figueira em Minas Gerais, no Brasil, eu fui convidado pelo seu fundador José Trigueirinho Netto, a dar partilhas sobre Paul Brunton (PB) e seus ensinamentos. Essas partilhas eram traduzidas simultaneamente para o português.

Em Figueira, a palavra usada para descrever apresentação é “partilha”, o que significa “compartilhar”.

Todas as partilhas estão disponíveis em inglês com tradução simultânea para o português; contudo as duas primeiras partilhas são oferecidas também no formato original, somente em inglês.

Vejam abaixo a lista das partilhas com uma breve descrição de seus conteúdos, bem como um breve relato de meu encontro com Trigueirinho durante sua visita à Paul Brunton na Suíça . E, no final, apresentamos uma seleção de alguns parágrafos retirados dos livros de Trigueirinho a respeito de Paul Brunton.

January 23, 2002


 
(1) Introdução de Trigueirinho. Minhas impressões sobre Figueira. Minha relação com Paul Brunton e José Trigueirinho. Introdução à Paul Brunton e sua obra, bem como uma introdução à Anthony Damiani e a Comunidade Wisdom’s Goldenrod. Orientações de como estudar os parágrafos de PB. (Tradução assistida por Morris Safdie).

February 3, 2003

 

(2) Os ensinamentos de Paul Brunton no Caminho Breve. O Caminho Breve e o Caminho Longo. Apresentação e comentários sobre alguns parágrafos dos Notebooks

August 8, 2004


 

(3) Introdução de Trigueirinho. Dias antes dessa partilha, Trigueirinho apresentou-me esta lista de perguntas sobre Paul Brunton e seus livros:

 

  • São os livros de Paul Brunton: Inspirados? Iniciáticos? Proféticos?
  • Como deveríamos considerar os “Notebooks de Paul Brunton”? Como memórias? Testamento? Crônicas? Uma síntese filosófica?
  • Em que medida essa obra é jornalística?

August 11, 2004


 

(4) Introdução de Trigueirinho. Trigueirinho me deu uma série de perguntas sobre a obra de Paul Brunton em relação à outras filosofias. Essas perguntas foram respondidas em parte com a apresentação da “Metafísica da Verdade” de Brunton:

 

  • Há uma única Fonte de Sabedoria?
  • Podemos encontrar em Platão, em Sócrates e no Hinduísmo aquilo que encontramos em PB?
  • É somente a forma que é diferente?
  • É a “Realidade Interior” de PB, em princípio, Cristianismo ou Hinduísmo?
  • Onde você colocaria a Yoga de PB no contexto das diferentes yogas?

March 14, 2007


 

(6) Perguntas feitas pelos presentes:

  • Como pode-se viver de maneira espiritual quando vivemos no ambiente desafiador de uma grande cidade? Importância da prática espiritual disciplinada, exercícios de purificação e beneficiando-se com os desafios. O exemplo de PB. Os grupos espirituais e a necessidade de contato entre eles. Sobre o Centro Filosófico Wisdom’s Goldenrod e seu método de estudo. Santa Sophia.

Pergunta:

  • O que acontece quando os grupos não estão em harmonia uns com os outros? Exercício para expandir a luz dos grupos espirituais até que eles se tornem um só.

March 16, 2007


 

(7) Resposta à pergunta sobre como estudar temas filosóficos. Fontes válidas de verdade em diferentes tradições e sobre a reminiscência de Platão. Razão como uma faculdade espiritual. Se o Sábio necessita usar a faculdade da razão. Síntese. Formas de verdade e a única verdade. A maneira de Anthony Damiani estudar filosofia. Grupo de estudo. O uso da razão para investigar a verdade. Uma história sobre PB e o chá. Semelhanças e diferenças entre Figueira e o Centro Filosófico Wisdom’s Goldenrod. O desencarne de Anthony Damiani e a experiência de perder o instrutor. A relação do Dalai Lama com o Centro Filosófico Wisdom’s Goldenrod. Perguntas dos presentes:

  • Qual é a relação entre a razão e a intuição?
  • Será que eventualmente abandonamos a razão? O desenvolvimento intelectual de PB.

March 17, 2007


 

(8) Introdução de Trigueirinho. Reminiscências de Paul Brunton e as Ideias de Seus Notebooks. Temas incluídos: a organização das “Ideias” e a sua publicação na forma dos Notebooks; as várias faculdades humanas e seu desenvolvimento; a fusão das faculdades como Insight e o insight do Sábio. A abordagem usada no Wisdom’s Goldenrod – de comparar as várias tradições filosóficas. A abordagem de PB sobre alimento e vegetarianismo. E também, minha resposta à pergunta de Trigueirinho:

  • “Poderias falar para nós que tipo de vida se vive no Wisdom’s Goldenrod”?

Perguntas feitas pelos presentes, tais como:

  • Qual é a relação de Paul Brunton com Jesus Cristo?
  • Como Paul Brunton aborda o assunto da dieta?
  • Como as pessoas comem no Wisdom’s Goldenrod?
  • Como o próprio PB se alimentava?

March 17, 2008


 

(9) Introdução de Trigueirinho. Comentários sobre PB e a eletricidade (em relação ao fato de ter faltado eletricidade antes da partilha). Minha experiência com PB e o silêncio em torno dele. Os Notebooks de PB e como eles diferem de seus primeiros livros. O estado não-dual, o estado último. Desenvolvimento da personalidade no caminho. PB como um “pesquisador” e a praticabilidade de PB. A vida como Sagrada. Como os Notebooks foram escritos. “A Yoga do Sorriso Libertador”. Perguntas dos presentes:

  • Como eram os grupos de PB e de acordo com você qual seria a percepção dele sobre Figueira?
  • PB se referia sobre a transferência do Centro regente planetário para a América do Sul e sobre as diferenças do gênero masculino e o feminino?
  • Qual foi a missão de PB?
  • Onde é que PB vivia?
  • PB era criticado?
  • PB era guiado?
  • Os Notebooks de Paul Brunton e as 28 Ideias.

March 18, 2008


 

(10) A primeira das partilhas apresenta uma visão geral das “Ideias” específicas ou “categorias” contidas nos Notebooks de Paul Brunton. Como PB recebeu e registrou essa informação. O que são as “Ideias” de Paul Brunton? Uma visão geral da Categoria 16 dos Notebooks: “Os Sensitivos, Dinâmica e Perigos do Misticismo”. Perguntas dos presentes:

  • O que acontece se paramos de buscar por experiências místicas?
  • Como nos relacionar com o sofrimento no caminho?
  • É a distorção inevitável no plano material?
  • Por que é que o ego é tão forte e problemático?

March 21, 2008


 

(11) O que é uma “Ideia” e de onde elas vêm? Como reconciliar a pessoa de PB com o seu aspecto de ser humano e o aspecto de PB que veio de Sirius? Uma visão geral de quatro ideias dos Notebooks relacionadas ao desenvolvimento dos veículos inferiores: o Corpo, as Emoções, o Intelecto e a Cura. Histórias do tempo em que compartilhei com PB. Uma visão geral das “Ideias” publicadas nos Notebooks. O alinhamento ou o “fluir” do Sábio. Perguntas dos presentes:

  • Qual era a visão de PB sobre a sexualidade?
  • Quais são as outras “Ideias” além das quatro que compartilhamos no dia de hoje?
  • Como pensar corretamente?
  • O que PB comia? A importância de ser vegetariano.
  • Como trabalhar em nosso caráter?