Perguntas e Respostas

Instruções Espirituais Para A Vida Prática

Queridos leitores e estudantes de PB,

Este espaço está sendo criado para que vocês possam fazer perguntas e comentários, bem como enviar sugestões a respeito de qualquer aspecto da vida prática-espiritual.

Paul Brunton costumava escrever cartas e responder perguntas de estudantes e leitores em todo o mundo. Ele mesmo era uma pessoa bem prática, que escreveu sobre suas próprias experiências e descobertas. Entre seus escritos, não publicados, encontram-se muitos lembretes escritos por PB sobre a vida prática, pois a vida prática e a espiritual são uma e a mesma.

As perguntas enviadas serão respondidas anonimamente, usando material publicado e não publicado de PB. Ou seja, ele mesmo estaria respondendo às perguntas de seus leitores através de sua Obra.

Quando as perguntas forem respondidas, os leitores serão informados através de seus e-mails.

    Perguntas e Respostas

    Eu gostaria de obter mais exercícios de PB e dicas de meditação para descobrir a iluminação. mesmo tendo lido alguns de seus livros, preciso entender suas mensagens com mais clareza. Aprecio muito seus posts e aprendo muito com eles.

    Recomendamos o livro O Caminho Breve para a Iluminação, no capitulo 8 (Praticas para o Caminho Breve) você ira encontrar muitos exercícios. No capitulo 10 poderas compreender melhor o que e um Filosofo-Sabio.  Tambem no Capitulo 25 ( Mente do Mundo na mente individual ) no Volume I – Ideias em Perspectivas.

    PB recomenda exercícios para o Caminho Longo e para o Caminho Breve, os primeiros se referem a purificação dos corpos, ou seja, físico, mental e emocional e os do Caminho Breve, incluem Afirmações Positivas que nos ajudam a afirmar o que somos – O Eu Superior.

    “Finalmente, quando a união do eu com o Eu Superior for total e completa, certa parte da consciência do homem permanecerá imóvel no infinito, interminável na eternidade. Lá, naquela glória sagrada, ele estará preocupado com sua identidade divina, alegre e amorosamente atado a ela por um magnetismo irresistível.”

    Por gentileza, se possível gostaria de saber mais sobre a noite escura da alma.

    Nos Notebooks Volume 1 – Ideias em Perspectiva e Volume 3 – Praticas para a Busca você encontrara material sobre a noite escura da alma. A noite escura da alma e um processo que a pessoa passa antes de chegar a iluminação final, faz parte do Caminho.

    “Para o homem que percorreu o caminho da devoção amorosa a Deus, e finalmente recebeu a recompensa de uma frequente, jubilosa e ardente comunhão interior com Ele, assim como para o homem que praticou o auto-recolfumento místico, e conseguiu com frequência estar consciente da presença do Eu Superior, pode ocorrer aos poucos ou subitamente uma mudança inesperada e desagradável. Deus parecerá afastar-se do devoto, e o Eu Superior do místico. As alegrias interiores desaparecerão gradualmente e terminarão. Embora essa experiência não tenha nada do terror ou da solidão e desamparo da “noite escura”, será comparável a esse período inesquecível. E, embora pareça um afastamento da Graça, a verdade oculta é que, na realidade, trata-se de uma concessão mais avançada e profunda da Graça. Pois o homem está sendo conduzido para o próximo estágio — que é rematar, equilibrar e completar o próprio desenvolvimento…”

     

    O que o Paul Brunton, fala sobre os sintomas que se começa a sentir, neste processo do nosso ser interno. Se poderem , gostava que fosse falado. Isto se Ele deixou algo escrito sobre isto.

    No Volume I – Ideias em Perspectivas PB fala sobre o desenvolvimento necessário no Caminho, também, no Volume II – A Busca, capitulo 5 – Auto-desenvolvimento.

    Nesse nosso processo do ser interior, temos muitos sinais, podendo eles serem negativos ou positivos, por exemplo, num certo momento de nossa vida poderemos nos sentir deprimidos, desencorajados ate mesmo perdidos, sentindo a vida não ter sentido, mesmo quando tudo parece estar muito bem externamente, isto poderia ser um sinal de nosso Eu Superior nos impulsionando para a Busca. Ou durante a Busca, experienciarmos os chamados Vislumbres, percepções rápidas e marcantes, de que existe uma realidade maior que nunca havíamos percebido.

    Entrar nessa Busca não é uma questão agradável nem fácil. O aspirante tem de começar com a convicção de que é uma pessoa muito imperfeita e de que, antes de poder entrar em esferas espirituais, deve primeiro preparar-se para essa entrada trabalhando arduamente para separar-se dessas imperfeições. Antes de começar a Busca, ele gostava muito de si mesmo — agora descobre que se odeia muito. Antes de começai a Busca, tinha diferentes inimigos aqui e ali — agora tem um só inimigo, que é ele mesmo. Até então apoiava o ego identificando-se com ele doravante deve negar o ego, e tentar afirmar o eu mais elevado.

    Sim, gostaria de saber mais, compreender melhor a Iluminação.

    Recomendamos o livro O Caminho Breve para a Iluminação, capitulo 10 poderás compreender melhor o que e um Filosofo-Sabio.  Também no Capitulo 25 ( Mente do Mundo na mente individual ) no Volume I – Ideias em Perspectivas.

    Em breve estaremos apresentando sobre esse tema no Canal.

    “Os efeitos da iluminação incluem: um imperturbável desapego em relação aos bens exteriores, ao nível social, às honrarias e às pessoas; uma transbordante certeza a respeito da verdade; uma paz celestial, sem preocupações e acima de todas as desordens e vicissitudes; uma aceitação da justeza da situação universal, em que cada entidade e cada acontecimento desempenham o seu papel; e uma sinceridade impecável que diz o que pensa e pensa o que diz.”

    Muito grato a Paul Brunton. Após muitos anos de pesquisa e prática, a filosofia apresentada no último livro faz mais sentido. Mas mesmo isso não responde a algumas das minhas perguntas. Espero que, se eu ler o livro cem vezes mais, alguns deles sejam liberados como leitura pela segunda vez. Diga o que quiser, não consigo ver uma explicação lógica de por que essa escravidão do corpo necessitado foi iniciada em primeiro lugar. Foi minha culpa? Desculpe, não me lembro disso. Todo o conceito de Karma ainda não faz sentido, pois não há nenhum elemento educacional nele: não me lembro pelo que estou sofrendo. Seria muito grato ouvir de alguém que conhece por experiência direta. Ansioso para ouvir de você. Foi uma longa jornada sozinho.

    PB escreveu sobre o karma nos livros – O que e karma e no capitulo 9  (do Nascimento ao Renascimento) do volume I – Ideias em Perspectivas, e volume 6 –Do Nascimento ao Renascimento.

    Se estamos encarnados neste corpo, nesta vida e porque temos uma experiencia a viver e esta nos levara a melhor compreensão de quem realmente somos – O Eu Superior. PB explica essa pergunta na pagina 350 no Volume I – Ideias em Perspectivas.

    Não e de fundamental importância no Caminho sabermos do nosso passado, mas compreendendo a lei do karma  nos ajuda a viver de forma correta e aceirtar o sofrimento que a vida nos tras, criando melhores condiçoes para uma vida futura.

    “Não há nenhuma necessidade, para ninguém, de procurar saber quais foram suas encarnações anteriores. Se as recordações vierem, representam algo anormal. A natureza não deseja que sejamos estorvados no presente pela recordação do passado, quando o próprio passado se estende por tão longo tempo. Você não deve, portanto, preocupar-se acerca das encarnações anteriores, mas concentrar-se totalmente na atual, de fornia a tomá-la tão valiosa quanto possível.”

    Ir ao Topo