Todas as experiências que a vida nos traz tem um sentido. Vamos usar a nossa inteligência e aprender sobre esses significados. Porque a vida está tentando desenvolver esta inteligência em nós até que ela possa nos tornar conscientes do mais alto significado de todos – a Alma.

As experiências que vêm para ele e as circunstâncias nas quais ele se encontra não são sem sentido. Elas usualmente contêm uma lição kármica pessoal para ele e deveriam ser muito mais estudadas do que os livros. Ele deve tentar entender impessoalmente o significado interior por trás desses eventos.  Seu significado pode ser confirmado ao se tentar vê-los imparcialmente, ao se avaliar as forças neles envolvidas, através de uma profunda reflexão e através da oração. Cada homem recebe um conjunto especial de experiências que ninguém mais recebe. Cada vida é individual e recebe da lei da recompensa aquelas que ela necessita, não aquelas que um outro  precisa. A forma com que ele reage às várias situações, agradáveis ou desagradáveis, que se desenrolam na vida diária serão um melhor indicador do entendimento que ele ganhou do que uma visão mística pintada pela imaginação.

Nesta página, apresentamos uma seleção de parágrafos sobre o corpo, doenças, curas, transformação do sofrimento, curadores, vegetarianismo e práticas espirituais para a cura.

Paul Brunton (1898-1981) é um dos autores espirituais mais conhecidos do século XX. Seus primeiros dez livros, baseados na sua experiência pessoal e pesquisa realizada em cinco continentes, despertaram milhões para a realidade e para as práticas da vida espiritual, outorgando-lhe uma legião mundial de seguidores. Nos anos 50 ele abandonou suas viagens e passou a trabalhar em reclusão compilando extensos cadernos de anotações, conhecidos como “notebooks”, sobre assuntos relacionados à vida espiritual.

Brunton, que passou tanto tempo de sua vida buscando e pesquisando a Verdade, não perseguiu sua busca apenas para si próprio. Estiveram sempre presentes em sua mente e em seu coração a motivação de auxiliar todos os buscadores espirituais, especialmente aqueles necessitando de uma espiritualidade contemporânea. Em seus livros ele ofereceu a síntese da filosofia Oriental e Ocidental, destilando a essência dos ensinamentos sagrados de uma forma acessível, a qual é ao mesmo tempo uma expressão profunda e poética de um ser interior a quem ele denomina de “Eu  Superior”.

Sua vida foi cheia de despojamento e dedicação, paciência e práticas, estudos, viagens e pesquisa. Na maior parte de seu tempo ele procurou um caminho totalmente solitário. Ao redor do mundo, o silêncio de seu coração escutava em nome daqueles que buscavam o sentido mais profundo da vida e que estavam desprovidos de uma guiança pessoal a qual ele tinha o privilégio de receber.

Somente alguns de seus leitores tiveram a graça de encontrá-lo pessoalmente. No entanto, todos aqueles que estiveram e estão abertos, têm a oportunidade de conhecê-lo profundamente através da comunicação do coração, telepaticamente, ou mesmo através de seus livros, onde pode-se perceber sua presença silenciosa e o poder das ideias para as quais ele foi um canal.

Hoje, quase quarenta anos depois de sua morte, e mais de setenta e cinco anos depois da publicação de seu primeiro livro, os escritos de Brunton continuam populares e contemporâneos, com leitores ao redor do mundo estudando seus livros e vivendo de acordo com suas ideias. Um conhecido mestre espiritual contemporâneo do Brasil, José Trigueirinho Netto, afirmou a seu respeito o seguinte:

 “Paul Brunton esclarece, revela e nos instrui com sabedoria e precisão sobre temas que normalmente são considerados complexos… ele é um Sábio que se transformou em uma expressão humana total e completa e demonstra, através de sua vida e de seu ser, a possibilidade de nós também alcançarmos um enobrecimento e plenitude pessoal.”

A cura foi um tópico de grande interesse para Brunton. Sempre curioso sobre abordagens alternativas para a saúde e para a base espiritual da cura, ele abordou esta questão com uma mente crítica e com a habilidade de separar a verdade da ilusão e da falsa esperança. A seleção de parágrafos, aqui oferecida, demonstra a importância desse tema no meio espiritual, entre os buscadores e os curadores.

A maior parte do material  selecionado neste livreto foi retirado dos Notebooks de Paul Brunton, Vol 7 e 4i respectivamente, que tratam sobre “A Cura do Ser”e “O Corpo”. Os Notebooks foram publicados no original em inglês, num total de dezesseis volumes, pela Larson Publication, pela Larson Publications, para a Paul Brunton Philosophic Foundation (Fundação Filosófica Paul Brunton). O leitor é encorajado a contactar este website em inglês: www.paulbrunton.org,  para obter informações adicionais sobre Paul Brunton, sua vida e seus escritos, incluindo os dezesseis volumes dos Notebooks de Paul Brunton publicados postumamente.

Os Notebooks foram organizados em categorias (por exemplo, “Cura” ou “O Corpo”). Cada um dos parágrafos selecionados para este livreto é marcado com o número da categoria apropriada, seguido da seção e o número do parágrafo do volume publicado do Notebook. Por exemplo, a notação 10-2-2 indica uma citação de categoria 10, “Cura” (publicada como volume 7) e 2-2 indica que o parágrafo é de número dois no capítulo 2, do volume 7. Se o parágrafo foi publicado também no volume 1, “Idéias em Perspectiva”, a notação é seguida de um “P”.

Em nome do imenso amor que Paul Brunton possuía pela humanidade e em nome de nosso eterno agradecimento a ele, ofertamos esta seleção de pensamentos vivos e inspirados, que esta possa ajudar a todos nós a encontrar o caminho certo para uma melhor saúde e o bem-estar do corpo, unindo nossas mentes com o coração.

Micha-El e Gran (Alan e Magda Beatriz Berkowitz)

Para mais informações, ou para solicitar cópia adicional deste livreto, contate a Shasti Association através do e-mail  [email protected]

CAPÍTULOS

Outros capítulos estarão disponíveis em breve!