Muito grato a Paul Brunton. Após muitos anos de pesquisa e prática, a filosofia apresentada no último livro faz mais sentido. Mas mesmo isso não responde a algumas das minhas perguntas. Espero que, se eu ler o livro cem vezes mais, alguns deles sejam liberados como leitura pela segunda vez. Diga o que quiser, não consigo ver uma explicação lógica de por que essa escravidão do corpo necessitado foi iniciada em primeiro lugar. Foi minha culpa? Desculpe, não me lembro disso. Todo o conceito de Karma ainda não faz sentido, pois não há nenhum elemento educacional nele: não me lembro pelo que estou sofrendo. Seria muito grato ouvir de alguém que conhece por experiência direta. Ansioso para ouvir de você. Foi uma longa jornada sozinho.

PB escreveu sobre o karma nos livros – O que [...]

Ir ao Topo